quinta-feira, 15 de maio de 2014

Ex-Funcionários de Telecentros fazem manifesto em frente ao prédio do IDORT na Avenida Paulista para reinvidicar seus direitos trabalhistas.

Pouco mais de 100 ex-funcionários de Telecentros da Capital protestaram hoje na Avenida Paulista, 1294 em frente ao prédio onde fica a sede da empresa IDORT.

Como já informado em postagem anterior, esses trabalhadores ficaram sem postos de trabalho desde o dia 1º de Abril de 2014, quando a Prefeitura de São Paulo não renovou contrato com o IDORT alegando irregularidade na documentação apresentada pela empresa.

O fato é que, a maioria desses trabalhadores assinaram o Aviso Prévio em 03 de Abril de 2014 e até agora mais de 40 dias depois,  ainda não receberam o dinheiro da rescisão e nem sequer foi feita homologação para que pudessem sacar o FGTS e receber o Seguro Desemprego.

Os Trabalhadores Injustiçados haviam sido informados que até dia 14 de Maio de 2014 seriam creditados em suas contas o valor da rescisão e o salário dos colaboradores que estão de Estabilidade, fato que não ocorreu.

Diante dessa situação, os Trabalhadores foram até a empresa cobrar uma resposta concreta. Os mesmos alegam que a empresa está muda, nem o telefone funciona mais. Cansados de aguardar em casa o impossível resolveram chamar a atenção para o problema que é gravíssimo.

O Blog Voz da Capital esteve acompanhando os Trabalhadores o tempo todo na manifestação, e presenciou um manifesto pacífico, sem agressões e quebradeiras. Os Ex-Tecelecentristas mostraram que é possível manifestar e cobrar seus direitos sem agredir, destruir, etc.

O Voz da Capital também acompanhou a entrada PERMITIDA dos colaboradores no prédio onde fica o IDORT. Foi uma entrada PACÍFICA e acompanhada de perto pela SEGURANÇA e ADMINISTRAÇÃO do prédio. Em momento algum forçaram a entrada no Prédio e também NÃO HOUVE qualquer ato de VANDALISMO. O que esses trabalhadores queriam era apenas que alguém da empresa aparecesse e falasse com todos e explicasse o porque de tudo isso.

"Voz da Capital"

Nenhum comentário:

Postar um comentário